Ordem judicial: cumpra-se

Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador da República, sobre a prisão de Guido Mantega com a sua mulher no hospital:

“Coincidências como essa são tristes, mas não há como não cumprir uma ordem judicial.”