ACESSE

Ordem unida no Supremo

Telegram

O Antagonista apurou que até ministros, antes críticos ao inquérito das Fake News, devem se posicionar agora a favor da apuração sobre crimes eventualmente cometidos por parlamentares, empresários e militantes bolsonaristas nas redes sociais.

No julgamento do recurso da Rede contra o inquérito, marcado para o dia 10, alguns defenderão a tese de que, apesar da forma questionável, o conteúdo é válido – inclusive para subsidiar as ações no TSE que visam à cassação da chapa presidencial.

Leia também:

Aberto há mais de um ano, o inquérito sigiloso do STF precisa ter data para terminar

Leia também: A 'insólita ameaça' de Bolsonaro na 'guerra' com o STF

Comentários

  • José -

    Passionais, emotivos e.... suspeitos!!

  • Cleomair -

    Como é mês junino, a quadrilha está pronta. Anahiê. Kkkkkkkkk

  • Ros -

    MORO SEMPRE TRVE RAZÃO!!

Ler 92 comentários