Os aplicativos dos “meninos”

Na “central de negócios dos meninos”, revela a Veja, Lula participou de uma reunião em que foram apresentados os projetos da patota.

Diz a revista:

“Um deles era especial: eles pretendiam desenvolver aplicativos para ser vendidos ao governo. Uma área promissora em que Lula, com seu prestígio político, certamente poderia contribuir.”

Faça o primeiro comentário