ACESSE

Os bancos de Youssef

Telegram

A PF descobriu, depois de quebrar sigilo de empresas do doleiro Alberto Youssef, que contas em seis bancos foram usadas para movimentar US$ 232 milhões, publica o Estadão.

Os valores foram empregados em contratos de câmbio fraudulentos para lavar dinheiro desviado da Petrobrás.

Segundo o MPF, o dinheiro passou por 109 contas de empresas de fachadas, que “foram utilizadas para atividades ilícitas por meio da simulação de contratos de importação e exportação”.

“O Bradesco hospedou 39 contas dessas empresas de fachada mantidas pelo grupo de Youssef. O Itaú Unibanco 18 e o Santander, 13. Além deles, o Banco do Brasil hospedou 11 contas, Caixa, 13 e o Citibank outras 15. No caso do Bradesco e do Citibank, além de hospedarem contas dessas empresas com atuação ilícita, eles também efetuaram contratos de câmbio apontados pelos investigadores como fraudulentos”.

Comentários

  • Creso -

    E a Rose Noronha que levava o dinheiro roubado pelo lulla para Portugal?

  • mmmm -

    tem de manter isso aí viu........ O Banco Central não ver nada..

  • Cadeia -

    Esses grandes bancos corruptos prejudicam o país e roubam os investidores e correntistas. Especulam contra a moeda brasileira, causam o caos na Bolsa de Valores, especulam com os juros públicos, cobram juros extorsivos e cometem crimes, como esses aí citados. Continua...

Ler 49 comentários