"Os bichos estão ricos, vou lá pedir empréstimo"

O dinheiro que a União distribuiu durante a pandemia encheu, claro, os cofres dos estados.

Com a soma da recuperação de receitas próprias, governadores têm em caixa o maior volume de recursos em duas décadas, segundo a subsecretária de Relações Financeiras Governamentais do Tesouro Nacional, Pricilla Santana.

Em um debate virtual promovido pela Instituição Fiscal Independente (IFI), ela disse:

“Da série que eu acompanho, de 2000 a 2020, é o maior patamar de caixa bruto dos estados. Os bichos estão ricos, vou lá pedir empréstimo.”

Pricilla acrescentou:

“A gente consegue enxergar que os estados, hoje, estão em situação melhor do que a União, em consequência do pós-pandemia.”

Para a subsecretária, o volume de recursos atual é claramente “fora dos padrões”. Ou governadores ainda não conseguiram gastar por “razões burocráticas” ou “não viram necessidade”, ponderou ela.

Leia mais: Quem acredita em “vacina do Doria” ou “vacina do Bolsonaro” precisa abrir os olhos.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários
TOPO