ACESSE

Os candidatos a governador com Bolsonaro

Telegram

Além do candidato do Partido Novo ao governo de Minas Gerais, Romeu Zema, ter pregado voto em Jair Bolsonaro “ou” João Amoêdo, candidatos ao governo de diferentes estados têm ignorado alianças partidárias para colar sua imagem no líder da disputa presidencial e tentar crescer nas pesquisas, registra O Globo.

O movimento ficou claro em declarações de apoio feitas no debate da Globo de terça-feira.

“Foi o caso de Indio da Costa (PSD) e Wilson Witzel (PSC), no Rio de Janeiro, e de Alberto Fraga (DEM) e Rogério Rosso (PSD), no Distrito Federal. Na Bahia, José Ronaldo (DEM) também aderiu.

(…) Em Pernambuco, a Rede expulsou no mês passado Júlio Lóssio, que era candidato ao governo pelo partido, após ele se aliar a políticos locais ligados a Bolsonaro.

Na semana passada, o candidato do PSD ao governo de Santa Catarina, Gerson Merisio, também ignorou a aliança nacional com o PSDB e declarou voto no candidato do PSL, ‘por uma questão de coerência com o que deseja Santa Catarina’.”

Candidato do Novo em Minas prega voto em Bolsonaro ou Amoêdo

Há chances de vitória de Bolsonaro no primeiro turno. Saiba mais AQUI

Comentários

  • Frederico -

    No Paraná, o Ratinho Jr. sempre esteve com Bolsonaro.

  • Amaro -

    Em SC alem do Candidato a Gov Gelson Merisio do PDS-PP-tbem cand. Senador do PSDB Paulo Bauer declarou voto em Bolsonaro no debate e continua em programas de radio e TV,alem de cand.a federais.e est.

  • Heitor -

    Para o Executivo tem que ser o Bolsonaro mesmo, para evitar a volta do PT. Mas o mais moderados podem exercer essa moderação no Legislativo, votando nos candidatos do Partido Novo.

Ler 28 comentários