Os clientes de Mariz no gabinete de Temer

Antonio Cláudio Mariz disse a O Globo:

“Eu não posso ser ministro. Faço uma advocacia criminal e, nesse momento de Lava Jato, todo cliente meu acaba tendo algum envolvimento ou trazendo problemas para o governo”.

Mesmo assim, Michel Temer pensa em nomeá-lo como assessor do Palácio do Planalto, uma espécie de José Yunes sem envelope.

E seus clientes envolvidos com a Lava Jato? Não vão trazer problemas para o governo?

Claro que vão. Michel Temer vai acabar caindo por causa disso.