Os companheiros de Palocci no indiciamento

Marcelo Odebrecht, Feira e Xepa também foram indiciados, juntamente com Antonio Palocci.

Feira e Xepa são acusados pela PF de lavagem de dinheiro e ocultação de bens. Receberam quase 12 milhões de reais na conta da Shellbill, offshore que recebia propina repassada a Palocci pela Odebrecht.