Os destinos dos imigrantes venezuelanos

Mesmo sendo o maior país da América Latina e vizinho a Venezuela, o Brasil está longe de ser um dos principais destinos da diáspora venezuelana, que, segundo a ONU, já chegou aos 3 milhões, registra o G1.

“No ranking de recepção aos venezuelanos, o país está atrás da Colômbia, Peru, Equador, Argentina e Chile.”

De acordo com os dados mais recentes da Casa Civil:

* Em dois anos, quase metade dos 199 mil venezuelanos que cruzaram a fronteira já deixaram o Brasil;

* Entre os 98 mil que já deixaram o país, 66 mil o fizeram por via terrestre:

– 64% voltaram à Venezuela pela mesma fronteira que entraram;

– 18% saíram por Foz do Iguaçu, no Paraná (onde há fronteira com Paraguai e Argentina);

– 5% por Guajará-Mirim, em Rondônia (fronteira com a Bolívia);

– e 5% por Uruguaiana, no Rio Grande do Sul (fronteira com a Argentina).

* Os aeroportos internacionais registraram a saída de 32,4 mil venezuelanos:

– 58% pelo aeroporto de Guarulhos, em São Paulo;

– 14% via Manaus;

– 12% pelo aeroporto de Brasília;

– e 12% pelo Galeão, no Rio.

* 10% dos 300 venezuelanos que entram em Roraima por dia são considerados desassistidos e precisam de algum tipo de ajuda do governo.

Temos uma chance única de começar a limpeza do Judiciário. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Bruno disse:

    Mais de 10% da população do país foi embora. O número deve aumentar junto com as sanções econômicas que ainda virão.

Ler comentários
  1. Sarcástico disse:

    É medo disto aqui se transformar em uma 2º Venezuela.

  2. AntonioAugusto disse:

    Poderiam levar uns dois Venezuelanos ,para lavar a roupa de Bolsonaro lá na restinga

  3. CORONEL disse:

    Duas possíveis razões: 1ª) a diferença de idioma: imaginem a dificuldade de ter que começar uma nova vida e ainda aprender Português. 2ª) a distância entre várias cidades do Brasil até a Ve

  4. Wagner disse:

    Brincaram com o lixo socialista, esse é um dos preços a pagar, mas poderá piorar, ainda estamos nós aqui brasileiros no mesmo caminho, apenas um luz no fim do túnel.

  5. Paulo disse:

    Existe a questão do idioma e o fato de Roraima ser um Estado inviável... quase todo tomado por terras indígenas e unidades de conservação... quase não há atividade econômica significativa...

  6. Lucas disse:

    Complicado migrar para um país que fala uma língua diferente e que tá com a economia estagnada.

  7. alberto disse:

    Os espanhóis tiveram mais sorte, dividindo a AS em vários países, possibilitando a migração em caso de crises ou guerras. Nó é que lutamos tanto para manter um só país, porém 80% dele paras

  8. Nathan disse:

    É a vantagem de falar português e ser um país banana e vermelho!

  9. Juliano disse:

    Eles chegam aqui e veem rodando a versão beta do Venezuela 2.0 e falam "Eita! Tô fora disso aqui, de novo não!"

    1. O PT não chegou ao poder, então uma VeneFavela 2.0 não vai mais rolar.

  10. Francisco disse:

    Talvez seja pela facilidade da língua nos países de destino, ou seja mais fácil uma entrada clandestina nos EUA. A Colômbia já tinha um fluxo grande na fronteira. Todos tem seus problemas.

  11. Zoksales disse:

    Ei... a Venezuela não é aquele país onde, certa vez, um ex-presidente (preso) declarou existir "democracia em excesso"?

  12. Ceni disse:

    eles sabem o resultado efetivo do comunismo-socialismo-progressismo-globalismo, qdo chegaram reconheceram Mherda forte de Lula-Dilma, Xiii, Fhudeu! Vou cair fora! De Novo Não DÁ !

  13. Álvaro disse:

    É normal que o Brasil não esteja entre os principais países que estão recebendo imigrantes venezuelanos: em todos os países citados fala-se o espanhol, o que facilita muito a vida deles.

  14. Célia disse:

    Olá O Antagonista! Vocês que se acham bam bam bam na língua portuguesa cometeram um erro. Há uma crase : vizinho à Venezuela! OK?

  15. Marcelo disse:

    Deveriam, junto com haitianos, africanos e muçulmanos, ser todos eles expulsos.

  16. ZEZECO disse:

    Tem relatos dos venezuelanos no RGS q ninguem atura eles,sao exigente e encrenqueiros, a cultura deles he totalmente difirente da nossa.Um tremendo abacaxi para nos.