Garotinho e a “escalada da criminalização da política”

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara vai investigar se a prisão de Anthony Garotinho violou seus direitos.

Em nota, o presidente da comissão, Padre João (PT-MG), justificou a iniciativa, afirmando que “a escalada da criminalização da política, com forte apelo e articulação midiáticas, tem produzido, a pretexto da justa e necessária luta contra a corrupção, atentados contra os direitos humano individuais e coletivos, e é objeto de preocupação desta comissão.”

A investigação será aberta a pedido de Clarissa Garotinho.

A escalada criminalização da política é obra de políticos criminosos.

Faça o primeiro comentário