Os dois manifestos de Emílio

O Antagonista mostrou também em primeira mão que a carta-manifesto dos advogados se espelhou claramente em outra carta redigida pelo próprio Emílio Odebrecht a familiares e funcionários.

Mencionamos trechos dessa carta nas duas notas abaixo, mas se você quiser conferir a íntegra do texto clique aqui.

Emílio inspirador

Brasil 18.01.16 21:52

O manifesto dos advogados contra a Lava Jato pode não ter sido redigido por Maurício Ferro, mas certamente foi inspirado numa recente carta de Emílio Odebrecht a funcionários e familiares.

No texto, enviado ao Antagonista por um familiar, o pai de Marcelo diz ser “incompreensível que uma parte da mídia falada, escrita e televisionada dedique tanto tempo, praticamente todos os dias, à Operação Lava Jato”.

“Tenho constatado, periodicamente, declarações e publicações com um certo descompromisso com a verdade e uma contínua deformação dos fatos”, diz ele. Emílio também critica o “vazamento seletivo de documentos sigilosos e de informações pessoais com o claro intuito de causar constrangimento”.

O discurso é o mesmo.

As prioridades de Emílio

Brasil 19.01.16 17:15

Na carta enviada a familiares e colaboradores no fim do ano, Emílio Odebrecht elencou suas prioridades:

“Libertar os nossos Companheiros, promover a defesa do nosso pessoal que está sendo acusado, apoiar suas famílias, fortalecer a união de todos os Integrantes em torno da Odebrecht e continuar promovendo seu crescimento e desenvolvimento.”

A tática protelatória dos advogados, combatida por Sergio Moro, é definida de cima para baixo.