ACESSE

Os dois papais do crime de abuso de autoridade

Telegram

Davi Alcolumbre orquestrou a votação, Rodrigo Pacheco virou o relator, mas é preciso que todos conheçam a paternidade do projeto que cria o crime de abuso de autoridade e que poderá ser aprovado hoje em definitivo.

Na verdade, são dois papais:

— Renan Calheiros (MDB), autor de proposta sobre o tema que estava parada no Senado desde abril de 2017. O senador alagoano dispensa apresentações;

— Weverton Rocha (PDT), autor da emenda que incluiu o tema no projeto das 10 medidas contra a corrupção, desfigurado na Câmara em 2016, quando ele era deputado. Atualmente senador, o maranhense já foi alvo de dois inquéritos por crimes contra a Lei de Licitações, por peculato e corrupção.

O hacker que entrou no Telegram das mais altas autoridades da República invadiu mensagens de jornalistas da Crusoé. SAIBA TUDO

Comentários

  • Fatima -

    São dois patetas , isso sim !!!!

  • AMERICO -

    Pelos pais se conhece os filhos....

  • Carlos -

    Que dupla, hein? Representantes dos dois estados com os mais baixos IDH da federação. Esse dois trastes não valem o que comem.

Ler 98 comentários