Os “estarrecidos”

Dilma Rousseff se declarou “estarrecida” com o relatório do FMI que demoliu as perspectivas da economia brasileira.

“Ao que ele [FMI] atribuía a situação crítica do Brasil? Não era da economia, mas à instabilidade política e o fato de as investigações quanto à Petrobras terem prazo de duração maior do que eles esperavam”, disse Dilma.

“Estarrecidos” deveriam ficar os brasileiros com mais uma tentativa de Dilma de defender a falácia de que a culpa da crise econômica é da Lava Jato.