Os feriadões emendados, em primeiro lugar

Querem mesmo aprovar a reforma da Previdência, senhores?

Rodrigo Maia decidiu que na próxima semana, com o feriado de Finados na quinta-feira, as sessões na Câmara serão de segunda à noite a quarta de manhã.

Na semana de 15 de novembro, com o feriado da Proclamação da República na quarta-feira, simplesmente não haverá sessões para votação de projetos.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 27 comentários
  1. Esta reforma não tem menor sentido, dado que não existe transparência, chegam com uma conta do “p.u.t.e.i.r.o” para o contribuinte pagar se saber para onde vai a grana. Os parlamentares atuais são uma cambada de s.a.f.a.do, então deixemos para 2019 com uma nova equipe que espero que seja melhor e mais decente que a atual.

  2. em vez de ficar falando que há necessidade de fazer a reforma da previdencia, porque já não começam diminuindo o valor das pensões altas, por exemplo, acima de 5 salários mínimos, por não haver fundos suficientes para pagar no longo prazo…. Talvez assim alguém se mobilize.
    No RJ já não fizeram isso? Se sim, vejam que o governador continua lá.

  3. Falar em reforma da previdência proposta pelo governo de um Presidente duas vezes denunciado e votada por um congresso deteriorado é tão sem sentido como se falar de um condenado e réu em tantas outras denuncias se candidatar à Presidência da República.

  4. Vou votar para presidente no primiro bagaça que prometer acabar com feriados religiosos, dia de zumbi, tiradentes e o cacete. A cada feriado fecham-se milhares de vagas de emprego.

  5. Sem os roubos, desvios e perdão aos grandes devedores, a reforma da previdência é desnecessária!
    O político que votar a favor, pode desistir de se reeleger!!!!
    Assinado: O POVO

    1. Como ampliar gastos como os de saúde, educação e investimentos, que estão sendo asfixiados pela expansão dos previdenciários? A saída adequada continua sendo uma efetiva reforma da Previdência Social pública. Seu custo político é alto, mas políticos dignos do nome são os que não recuam diante de dificuldades como essa.
      .
      * ROBERTO MACEDO É ECONOMISTA (UFMG, USP E HARVARD)

    2. qual reforma da previdencia? aquela que a dona maria e o seu ze tem que torcerem pra estarem vivos ate o fim do tempo de contribuicao e que militares e servidores publicos continuarao em regime diferenciado?
      que um cara que se elege por 4 anos ganha salario vitalicio vai continuar mamando ate o fim da vida sem nunca ter contribuido com nada?
      nao existe reforma de coisa alguma, existe eh uma pir0ca maior sendo colocada na bund4 do povo pra tudo continuar como esta… tem gente que acredita que o que foi proposto vai mudar alguma coisa, vai mudar sim, pra quem ja se f0deu a vida inteira se f0der mais ainda… as contas vao continuar do mesmo jeito…
      me apresenta um unico politico que abra mao de sua aposentadoria como tal, assim como todas as outras benesses

    3. e olha que nem entrei na parte do judiciario, que eh tao pornografico quanto o que vemos no executivo e legislativo…

    4. Eu acredito que o Sr Roberto Macedo, economista e pessoa esclarecida não levou em conta que uma reforma previdenciária proposta pelo governo de um Presidente duas vezes denunciado e votada por um congresso esdrúxulo não pode ser uma coisa séria.

  6. Caramba, Antagonistas! Vocês agora têm pressa para a reforma da Previdência? Eu digo isso porque até há bem pouco tempo vocês vinham publicando uns postzinhos vagabundos a respeito do não andamento da reforma, uns posts pseudo jocosos tipo “Devagarinho, devagarinho” e “Virou piada, mesmo”, certo? Será que esta conversão damascena é fruto do trauma pela morte e enterro da maracutaia de vocês? É só uma pergunta…

    1. Claro que eles tem, pois o objetivo dessa classe elitizada e fazer com que seus ganhos crescam cada dia mais, permitindo que eles possam continuar no mundo paralelo.
      Eles vão precisar de mão de obra até o fim nababesco da vida deles.

  7. Essa conversa da reforma é só para não desagradar o tal mercado.
    Acham que vão votar um assunto desses, duas vezes, em 30 dias ?
    Ah, e depois tem o Senado, onde certamente não passa.
    Por favor …

  8. CPI da previdência: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1929445-relatorio-final-da-cpi-da-previdencia-afirma-que-deficit-nao-existe.shtml para de enganar o povo blog vendido

    1. CPI Folclórica da previdência: http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2017/10/1929924-arroubo-demagogico.shtml