Os hóspedes fictícios do hotel de Paulo Preto

Os hóspedes fictícios do hotel de Paulo Preto
Foto: Robson Fernandes/Estadão/ Conteúdo AE

O Ministério Público Federal em São Paulo apresentou denúncia nesta semana contra Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto. Segundo os investigadores, o ex-diretor da Dersa usou um hotel da família em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, para ocultar recursos desviados da estatal paulista.

As propinas, diz a Crusoé, eram incorporadas ao faturamento do hotel por meio de depósitos em espécie amparados em hospedagens que não existiam.

Entre os hóspedes fictícios estavam Rodrigo Tacla Duran e Adir Assad, operadores dos esquemas tucanos em São Paulo.

Leia aqui a nota completa.

Leia mais: O ministro que deixa a presidência do STF não deixará saudades. Mas um legado preocupante
Mais lidas
  1. Bolsonaro contradiz governador do AM e alega que governo não foi informado de falta de oxigênio

  2. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  3. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

  4. Huck 2026?

  5. "Mega epidemia daqui a 60 dias"

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários
TOPO