Os humores de empresários e banqueiros

Michel Temer está esperando para ver como os mercados amanhecerão.

Vinicius Torres Freire, ontem à noite, conversou sobre o impeachment com alguns grandes empresários brasileiros. Resultado: “mais sorrisos do que consternação”.

A questão, agora, é saber como eles vão reagir em público.

Disse o ótimo colunista da Folha de S. Paulo:

“Qual será a influência desses possíveis tumultos nos humores de certa elite, que por prudência e falta de opção dava algum apoio a Dilma?

Melhor dizendo: poucos mas enormes empresários e banqueiros até agora constrangiam seus pares a não se manifestar freneticamente pelo impeachment, embora a maioria queira vê-la pelas costas. Vai haver também rearranjo na cúpula da elite econômica?

Enfim, o povo vai assistir a tudo bestializado?”

Faça o primeiro comentário