Os jogos de cena de Lula

Enquanto o editoral de O Globo tenta entender o PT, o do Estadão busca explicar Lula. Para o jornal paulista, não há dúvidas de que o petista sempre foi um ator vociferando as versões que mais lhe rendiam vantagens.

Leiam um trecho:

“Ao longo de toda sua vida pública, mas principalmente depois que se tornou presidente da República, Lula deu reiteradas demonstrações de tolerância com desvios de conduta em seu governo e de certas vacilações de caráter. O mensalão é o maior exemplo disso. Declarou-se ‘traído’ e pediu ‘desculpas’ ao País. Não demorou muito para que se constatasse ser isso mais um de seus jogos de cena para enganar os incautos. Passado o efeito desejado, Lula afirmou que o mensalão era ‘uma farsa’ que ele se dedicaria a desmascarar tão logo deixasse o poder. E a essa altura o petrolão já abastecia as algibeiras da tigrada.”

Faça o primeiro comentário