Os 'mensalinhos' da Alerj

Telegram

O Globo lista alguns dos beneficiados com os “mensalinhos” da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro – as propinas mensais do esquema de Sérgio Cabral pagas a deputados estaduais em troca de votos, de acordo com a Operação Furna de Onça:

– André Corrêa (R$ 100 mil);

– Edson Albertassi (R$ 80 mil);

– Coronel Jairo (R$ 50 mil);

– Luiz Antônio Martins (R$ 80 mil);

– Marcelo Simão (R$ 20 mil);

– Marcos Abrahão (R$ 80 mil)

– Marcos Vinicius Neskau (R$ 50 mil).

“Além disso, Albertassi, Luiz Antônio Martins e Marcos Abrahão também receberam contribuições para as campanhas eleitorais de 2014, recursos desviados de diversas fontes nos valores de R$ 1 milhão, R$ 1,2 milhão e R$ 1,5 milhão, respectivamente.”

Mensalão de Chiquinho da Mangueira aumentou no carnaval

Paulo Melo era o ‘dono do Detran’

“A Alerj se transformou numa verdadeira propinolândia”

Comentários

  • Carlos -

    É preciso mudar a legislação penal e trancafiar todos esses bandidos para o resto da vida! tirar todo o patrimônio desses ratos e devolver aos cofres públicos! chega! Tem que ser tolerância zero

  • Brunna -

    Esse tal André Correa, se reelegeu graças ao curral eleitoral que ele montou, com os sobreviventes da tragédia de 2011. Só em Teresópolis, conseguiu mais de 5000 votos, alegando ser ficha limpa!

  • Mauro -

    Incrível que todo esse roubo, do Mensalão, do Petrolão, enfim, todos esses milionários desvios de dinheiro público, considerados os maiores do mundo, não foram percebidos pela Receita Federal.

Ler 14 comentários