Os milhares de manifestantes do Facebook

“Michel Temer driblou os manifestantes na manhã deste domingo e votou às 8h”, diz O Globo. “A assessoria do presidente havia informado que ele votaria às 11 horas. Sua mulher, Marcela Temer, também já votou”.

A reportagem continua:

“A sessão eleitoral de Temer é na PUC, tradicional reduto da esquerda. Havia um protesto marcado intitulado ‘Temer não votará’ e que contava com milhares de presenças no Facebook”.

Na verdade, Michel Temer não driblou ninguém. Como mostra a página do grupo no Facebook, os manifestantes foram convocados para comparecer às 8 horas.

Eles só se esqueceram de ligar o despertador.

Faça o primeiro comentário