ACESSE

“Os pacientes chegam em estado mais grave”

Telegram

Ronaldo Damião, diretor do Hospital Universitário Pedro Ernesto, da UERJ, disse ao Globo que os pacientes com Covid-19 estão chegando ao hospital em condições mais graves.

“É que os pacientes chegam em estado mais grave. Isso faz com que a mortalidade seja elevada: 25% dos óbitos ocorrem em até 48 horas após a internação na UTI porque a pessoa já chega em estado crítico, às vezes, quase morta.”

O diretor disse acreditar que os pacientes têm ficado em casa por dificuldade de acesso ao atendimento.

“A doença entrou com força nas comunidades mais pobres, muitos desses pacientes estavam em UPAs à espera de uma vaga em UTI. Além disso, também tem crescido o número de pacientes com câncer avançado e Covid-19, casos extremamente graves.”

Leia mais: Os 2 inimigos do Brasil na pandemia: o vírus e a tentativa de manipulação dos dados da Saúde

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 52 comentários