Os pactos de Dilma

De acordo com a coluna Esplanada, do UOL, um pacto de não-agressão foi firmado entre líderes petistas e Nelson Barbosa de forma a proteger o ajuste fiscal. Dilma presenciou tudo em seu próprio gabinete.

Promessa semelhante já foi feita a Joaquim Levy. Em vão.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200