Os patrocínios de Guilherme Schelb

Telegram

Em 2004, Guilherme Schelb foi acusado de pedir patrocínios para um site e um livro a empresas que teriam sido beneficiadas pelo procurador.

O advogado de Schelb era Kakay.

Leia também:

Presidente eleito, olhe o passado de Schelb

Comentários

  • Fernando -

    O Advogado dele era o Kakay, então tá fora! Não é possível!!! É esquerdista de alma!!!

  • Fernando -

    Onde tem Kakay, tem maracutaia. Bolsonaro, descarte esse procurador.

  • Ita -

    O Olavo de Carvalho conhece os bons, presidente.

Ler 49 comentários