Os pedalinhos de Lula continuam lá

O Estadão visitou o triplex do Guarujá e o sítio de Atibaia e constatou sinais de abandono.

Uma das vizinhas do sítio lembrou dos velhos tempos dos churrascos de Lula e companhia: “A gente via fumaça e sentia o cheiro de carne assada.”

A gerente de uma padaria nas proximidades lembrou das visitas de Marisa Letícia, que parava o carro na porta, mas não entrava no estabelecimento. “Era sempre outra pessoa, uma empregada, que comprava pão, cerveja e refrigerante. Ela ficava no carro, com o vidro abaixado, fumando.”

Os dois pedalinhos, comprados por um assessor especial da Presidência destacado para atender Lula, como revelou O Antagonista, continuam lá.

Faça o primeiro comentário