Os presidenciáveis que querem censurar a imprensa

A Folha publicou um levantamento da Abraji sobre as propostas dos presidenciáveis em relação à liberdade de imprensa ou expressão.

Entre os candidatos que fazem menção ao tema em seus programas estão Lula/Haddad, Guilherme Boulos, Jair Bolsonaro, Marina Silva e Alvaro Dias.

O plano de governo do PT, por exemplo, defende “regulação da mídia” para “impedir todo e qualquer tipo de censura” e a “dominação de alguns poucos grupos econômicos”.

“Regulação da mídia” é o eufemismo petista para a censura.

O plano de Boulos também defende mecanismos de controle da imprensa e propõe “impedir o controle de outorgas por deputados e senadores” e diz que atuará contra o “monopólio e o oligopólio da radiodifusão”.

O plano de Bolsonaro se diz contra “qualquer regulação ou controle social da mídia” e a favor da “liberdade de opinião, informação, imprensa, internet, política e religiosa”.

Os outros candidatos que tratam da liberdade de imprensa não falam em regulação.

Comentários

  • Mario -

    Texto dúbio. Junta na mesma panela Lula/Haddad, Boulos, Marina e Álvaro Dias com Bolsonaro que literalmente é frontalmente contra qualquer censura. Lamentável a mistura feita.

  • Roberto -

    Matéria um tanto quanto tendenciosa.

  • IMACULADA -

    Estou esperando uma explicação de vocês, com essa matéria tão fora de propósito.

Ler 173 comentários