ACESSE

Os R$ 245 milhões de Haddad para empreiteiras envolvidas na Lava Jato

Telegram

Durante sua gestão como prefeito de São Paulo, Fernando Haddad pagou R$ 245 milhões a empreiteiras envolvidas na Lava Jato para a construção de um túnel que, agora, ele diz ter sido suspendido por “indícios de superfaturamento” em 2015.

O Estadão obteve dados da prefeitura que mostram que os valores foram repassados pela gestão petista para consórcios responsáveis pelo prolongamento da Avenida Roberto Marinho.

A maior parte das obras foi executada pela OAS, que recebeu R$ 221,9 milhões. Odebrecht e Andrade Gutierrez receberam R$ 5 milhões e R$ 5,4 milhões, respectivamente. Enquanto a Queiroz Galvão recebeu R$ 12,4 milhões.

Você precisa redobrar a atenção no 2º turno. Entenda por que clicando AQUI

Comentários

  • Carlos -

    Essa avenida para quem nao é de Sao Paulo é bem ao lado da GLOBO em área nobre e se dá o nome de seu fundador , entenderam porque GLOBO nao queria o BOLSONARO

  • LUIZ -

    Afinal não poderia ser diferente. Coerente com todos os achaques e conluios com os empreiteiros e com um motivo "nobre" homenagear o seu maior marqueteiro, Roberto Marinho.

  • Angela -

    Oas, Odebrecht,andrade gutierrrez, queiroz galvao.....haddad é lula!lula é haddad!BOLSONARO PRESIDENTE!

Ler 88 comentários