​Os representantes do Brasil

Um terceiro parlamentar permaneceu no encontro do Parlasul, há pouco, em Montevidéu, após a debandada de 17 dos 20 deputados que compõem a delegação brasileira: Ságuas Moraes, do PT do Mato Grosso.

Assim, o Brasil está sendo representado por Benedita da Silva, Jean Wyllys e Ságuas.

84 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Bom senso existe. Assim como existe bom gosto. A ciclovia do Eduardo Paes –“self-appointed” soldado do Lula –, na Av. Niemeyer é uma excrescência de mau gosto, no lugar errado e evidentemente, mal construída. Se faltou fixação dos “slabs” da pista, será, devidamente, apurado. Mas, trata-se, realmente de “uma construção ridícula; basta bater o olho”.

  2. Antagonista, peço que tenham cautela em avaliar a estrutura da ciclovia no achismo. De fato não era apenas as dimensões da peça que estavam subdimensionadas. Tenham atenção como foi trabalhada a concessão dessa ciclovia, deixem a parte técnica com especialistas para não confundir leigos. Peças podem ser extremamente “finas”, porém se projetadas com material correto e execução correta, certamente não ocorreria o fato.

  3. Caros Antagonistas, recomendo cautela com esse tipo de conclusão. Nesse estágio das apurações é difícil saber se as dimensões das peças eram inadequadas ou se houve alguma falha construtiva. Antes disso tenho uma sugestão: procurem o edital de licitação dessa ciclovia. São documentos abertos ao público, geralmente de fácil acesso. Com o edital em mãos procurem saber se para esse trecho foi exigido estudo, proteção ou cautela especial para momentos de ressaca da maré. É o primeiro passo.

  4. A estrutura é adequada ao peso , o que faltou foi a fixação na coluna . É normal estruturas apoiadas , porem jamais em situações de beira mar onde a água pode bater com força em dias de ressaca . Este foi o erro , alias , RIDÍCULO !

  5. Nota-se ser estrutura isostatica de componentes subdimensionados quando a mesma deveria ser hiperestatica e com compnentes estruturais robustos pra suportar as adversidades de ondas, etc…; “”ate” o caro no brasil sai mais caro ainda””! Aguardemos o laudo.

  6. Acabei de ver mais algumas fotos. A pista da ciclovia parece ser de madeira. Alguém confirma? Exatamente naquele trecho que desabou há uma curva muito acentuada. Acho pouco possível fazer uma curva assim de concreto.

  7. engenheirotb….È x+C já que a derivada da constante é zero. Agora percebe-se claramente que a viga-pista é simplesmente biapoiada sobre os pilares sem nenhum engaste que previna esforços de baixopara cima e momentos de tombamento…..claro erro de projeto…..e tem mais : A estrutura é muito esbelta e provavelmente tem pouco recobrimento o que para uma estrutura à beira mar é fatal…Não dura 3 anos sem reforma…Vejam o viaduto do Joá , quantas vezes já foi recoberto.

  8. Atenção Antagonistas. O problema dessa ciclovia não é as dimensões das peças da estrutura. O problema é de um erro de concepção do projeto na etapa da analise dos esforços atuantes na estrutura, com a consequente falha na confecção dos suportes. Opiniões baseadas no achismo só serve pra confundir. Já ta parecendo aquele prédio que desmoronou no Rio a algum tempo atrás – todo mundo dando qualquer opiniao

  9. O que está matando o que resta desta p. de país é que toda guilda de “prosissonais” se acha nestipaiz. É o efeito Lula. Engenheiros, médicos, cabeleireiros , lixeiros, é tudo gênio aqui em banânia. Baixem suas bolinhas, queridos ! Mais trabalho e menos conversa. O Brasil é ruim de serviço pra caramba, em todas as áreas e ponto final! Aceitar isso é o primeiro passo para melhorar, se é que querem melhorar. Acho que não,…brasileiro não quer fazer a coisa certa, quer ter razão. Boa sorte!

  10. Engenheiro ptista:”Portanto, mesmo que a laje fosse espessa e os pilares fossem da dimensão de um bonde, o acidente ainda ocorreria”. Fosse a laje mais robusta, o próprio peso seria suficiente pra suportar a pressão da onda. Foi corruptção sim!

  11. Não sou engenheira, mas eu quando por lah passei, uma coisa tinha certeza, jamais andaria por lah, porém me pergunto: serah que durante estes 19 meses nenhum engenheiro questionou o projeto? Serah nossa cultura os de engenheiros de obras prontas? Hoje as pessoas fazem filas para reclamar! Por que não reclamamos antes de acontecer. Nós brasileiros temos que parar de reclamar e agir, ou seja, fazermos a nossa parte. Fizemos????.

  12. Os fatos são tão evidentes, que qualquer leigo, qq pedreiro de favela percebem que não precisa de nenhuma consultoria ou avaliação técnica, para perceber o descalabro, basta ver as fotos que mostram um balaústre de alumínio, misturado com uma tela de galinheiro de aço, e parte da estrutura de aço estrutural que são galvanicamente incompatíveis interligadas. Já ia esquecendo integral de dx é e sempre será x.

  13. Não confunda liberdade de expressão com liberdade de execração. A internet é ferramenta democrática, mas tudo tem limite. Muitos se escondem atrás do computador pra falar o que não lhes cabe pelo simples fato de não estar habilitado pra tal. E não é corporativismo e sim evidencialismo. Não tem ninguém máquina defendendo o projetista ou o executor, mas apenas defendendo a análise técnica da situação, a qual deve ser feita por quem tem habilitação pra tal

  14. . Vamos ser inteligentes como os abudabianos e contratar somente engenheiros e construtoras inglesas . Chega de reserva de mercado. E, principalmente, chega de mortes por tragédias anunciadas.

  15. Portanto, pensem duas vezes ao fazer acusações de assuntos q não dominam e que não possuem qualquer respaldo em fatos concretos, mormente os que comentam e correlacionam com corrupção. É leviano pois não possui qualquer correlação a priori, podendo sim vir a ocorrer, mas atenham-se aos fatos e não a conjecturas e viés ao escândalo. Quando morre um paciente não mão de um médico, ou quando um cliente é preso nas mão de um advogado é invocado a corrupção ou o erro e incompetência apenas? Reflitam, pois um dia o pré julgado poderá ser você!

  16. Paes tornou o transito do RJ num engarrafamento permanente, trouxe de volta o bonde fantasiado de VLT, estreitou as estradas com ciclovias quase sempre desertas por causa da insegurança, criou as faixas exclusivas para ônibus, com isto tudo acabou o espaço para carros, táxis, caminhões, motos, estacionamentos, etc.

  17. . Banânia não tem jeito. Moro em Mosqueiro, uma ilha que faz parte de Belém. Dista 60kms da capital papa chibé. ===Tentaram construir uma ponte para acesso à ilha na década de 70 e os pilares da mesmas caíram. ===A maravilha tecnológica que foi construída só dá acesso a caminhões com no máximo 30 toneladas. ===A Millau Sky Bridge (Millau Viaduct) fez seu teste de fogo com 900 toneladas em seu vão central. https://en.wikipedia.org/wiki/Millau_Viaduct https://www.google.com.br/search?q=millau+sky+bridge&biw=1366&bih=664&tbm=isch&tbo=u&source=un Tenho orgulho de ser tupiniquim

  18. “Só faltava essa”, não creio que seja o caso de corporativismo. A questão é dados e fatos. Deve-se esperar e ver o resultado da perícia, e não sair numa caça às bruxas no sentimento. Por agir no sentimento, sem profundidade e no achismo é que, na minha opinião, estamos nessa atual situação…

  19. Continuando… Embora acredite que cometeu ato leviano com sua afirmação, embora não conheça o projeto específico, eu como profissional da área posso sim dar opinião técnica a respeito. Ocorre que o fato da espessura da laje e dos pilares em nada afetaria a trajeis, uma vez que o erro consistiu no simples fato da imprevisão de esforço vertical (onda) contrário à normal gravitacional aplicada pela laje e suas sobrecargas. Portanto, mesmo que a laje fosse espessa e os pilares fossem da dimensão de um bonde, o acidente ainda ocorreria, uma vez que não foi feito engasgamento pilar/laje

  20. Atoa isso nao caiu…. por detraz desta tragedia, vai se encontrar um monte de Corrupcao, incompetencia, irresponsabilidade, clientelismo, fisiologismo e um imbecil sentado na cadeira de prefeito da cidade.

  21. É ridícula e feia. Aparência de palafita. Quem teve a idéia de jerico q, além de enfear a paisagem, desperdiçou recurso público escasso q poderia ter sido muito melhor empregado. Deveria haver algum tipo de punição p/administradores tão irresponsáveis e incompetentes como esse Paes.

  22. Ih, começaram os ataques de bairrismo! Tá vendo por que o Rio é um totô?! A gente tem que dizer que tudo é lindo! Até desmoronamento de ciclovia “mais bonita do mundo”, é perdoável, porque… Ora, cariocas, se vocês se permitissem ser menos condescendentes é um pouco críticos, talvez não nadassem em um mar de totô e não morressem esfaqueados na rua a toda hora. Vocês babam tanto ovo em cima da sua cidade, que estão acabando com ela.

  23. Prezado, tenho pleno respeito por comentários políticos, suas conjunturas e jornalismo investigativo. No entanto, parece-me leviano qualquer tipo de comentário ou acusação sem respaldo de causa concreta. De achismo vive-se a política, o futebol, a religião. A engenharia é ciência exata. Em nada há de concreto a afirmação de resistência ou durabilidade na simples análise de espessura, uma vez que a resistência dos materiais e sua aplicação é muito mais complexa do que a fabricaçao de uma pizza. Atenha-se a fornecer informações de matérias que entenda ou tenha pesquisado.

  24. Algumas passarelas para pedestres: https://www.google.com.br/imgres?imgurl=httpwww.promecon.com.brwp-contentuploadsIMG_0443.jpg&imgrefurl=httpwww.promecon.com.brobraspassarelas-para-travessia-de-pedestres&docid=kukKtT9h5lFAbM&tbnid=ZwfVePwVvInz4M&w=1335&h=901&bih=684&biw=1344&ved=0ahUKEwiv48CjhKHMAhVKDpAKHV00B-oQMwgkKAgwCA&iact=mrc&uact=8#h=901&w=1335

  25. A questão é que se gasta muito tempo com os tramites, aí qdo a obra começa já tá atrasada, pra piorar, por conta do desvio de recursos as construtoras acabam economizando, seja em engenheiros não preparados ou em materiais. O resultado: obras sempre entregue com atraso, preço superfaturado, propina pra tudo qto é lado que acaba prejudicando a qualidade da obra provocando mortes. Foi assim naquele viaduto em BH na Copa, agora na ciclovia. Qual será a próxima?

  26. Fazem duas semanas que leio “O Antagonista” e tenho achado o conteúdo bem pertinente. Sobre essa matéria, obviamente houve uma falha, mas como disse o Ricardo num comentário mais cedo, engenharia não é política. É preciso avaliar o projeto, nem sempre o que parece é, ou seja, não é porque a coluna é supostamente fina que não é suficiente para suportar a estrutura. O que me parece é a falta de ancoragem da “passarela” propriamente dita, e não na coluna. Breve pitaco de um estudante de engenharia.

  27. Vera, não precisa nem mencionar a ponte Rio Niterói, basta ver os arcos que se encontram logo abaixo da ciclovia. Segundo um post do grupo GuarAntiga no Facebook os arcos foram construídos em 1920 – quase 100 anos atrás – e estão do mesmo jeito.

  28. Sou engenheiro mas não especialista na área, porém me parece que nas considerações do projeto subestimaram a força das ondas e, pelo que consta, os dados históricos das ressacas no local estão disponíveis. Ou pode ter havido pressão pra baratear o projeto. De qualquer forma só a perícia vai poder afirmar com segurança as causas da tragédia e parece claro que jogaram 44 milhões na lata do lixo. Além das vidas que se perderam.

  29. Capa da próxima edição da Economist: o Cristo Redentor, uma mão no guidão a outra tapando o nariz, pedalando na mais bela ciclovia d”Este País, bem na hora do desabamento. Tragédia pouca é bobagem?

  30. Slow down… Não dá para bater os olhos e entender coisa nenhuma. Em pricipio o problema é absolutamente outro. o maximo que pode se imaginar é que não houve a devida ancoragem a estrutura de vigas da ciclovia, não tendo sido previsto esta força em direção contrária de fortes ondas. Parece primário.

  31. Os “senhores engenheiros” que aqui vieram dar seus pitacos ( sem conhecer obra e projeto ) , ficam bravinhos. Mas , porque será que a PONTE RIO NITEROI construida a 42 anos está intacta ? Por certo não existem costões, mas outros movimentos naturais são lançados naquela estrutura todos os minutos. Essa ciclovia não tem nem tres meses e ja desabou ? È como disse, foi feita com cuspe.

  32. Política não é ciência exata como é a engenharia. Em nome dos meus 39 anos trabalhando como calculista de estruturas, esperem alguém apresentar os projetos e a memória de cálculo para palpitarem. Vocês podem estar detonando um profissional de forma injusta. Duvido que quem está condenando sem conhecer o projeto seja engenheiro. Tem mais chance de ser petista.

  33. Só hoje morreram 4 pessoas afogadas no Guarujá por conta da violência do mar. Segundo disseram na Jovem Pan, uma frente fria em alto mar provocou a agitação das águas. Mas isso não é desculpa para a merd@ que fizeram na ciclovia. Pixuleco + incompetência e zero respeito pela população. Quem sabe o RJ vota melhor nas próximas eleições e para de eleger traste um em seguida do outro.

  34. Não chega a ser tão frágil como uma pizza, mas no meu entender de profissional da engenharia civil, os módulos bi-apoiados de cada tabuleiro não têm ancoragem, isto é, são apenas apoiados nas colunas com seu peso próprio, fato que uma onda mais forte subiu a rampa do costão e bateu naquele tabuleiro por baixo, levantando o mesmo como a gente levanta uma pizza ! Como os módulos estão apenas descansando nas colunas com seu peso próprio, deu no que deu. Ou seja: não previram as ondas, como também, o vento que pode fazer o mesmo com demais módulos. Erro de projeto !

  35. Independente de constatarem ou não o que os olhos Antagonistas veem, os meus olhos também viram o óbvio: não há amarração das ferragens da laje de piso com as colunas e também das próprias lajes entre si; apenas apoiaram as lajes sobre as colunas e vigas, parece-me contando com o zigoto na cloaca da ave isto é, que o peso da laje [por si somente] seria suficiente para conter a força de toneladas de água e não voaria pelos ares. Não se faz isso nem quando se constrói um barraco, por medo da força do vento.

  36. Não há nenhuma espécie de quebra onda; mesmo que a ponte não quebrasse, os transeuntes poderiam ser jogados para fora da pista pela força das águas. Também não há nenhuma rede de proteção contra queda. Coitado do Tim Maia…

  37. . É nossa Golden Gate para bicicletas. Um detalhe: a construção da ponte mais famosa do mundo foi comandada por um Alemão que não era Engenheiro, mas tinha cérebro, e chefiou a obra magnífica. Os americanos têm mais é que ter Orgulho de serem Americanos. The Land Of Freedom And Opportunities …

  38. não suje uma boa fonte de informações seguras, como esse site, com um comentário leviano desses. Engenharia não fez com o “bater o olho” . as espessuras isoladamente nada dizem. Menos, menos. Vamos com calma

  39. Onreal problema é que, hoje em dia, o importante em qualquer obra pública é quanto ela vai render de propina aos políticos contratantes. Em segundo lugar, o quanto vai lhes render como propaganda, visibilidade… Qualidade, durabilidade, projetos bem concebidos… Isso não importa a eles… Vide as ciclovias feitas por Haddad em São Paulo!

  40. Sou fã de seus comentários políticos mas, como engenheiro, não posso concordar com o comentário acima. Não dá para se julgar uma estrutura ao “bater do olho”, sem verificar seu cálculo. A estrutura pode estar mal dimensionada, mas o comentário é típico de pessoa leiga. Melhor se manter na política.

  41. Se o antagonista parasse com termo generalizador “carioca” e expusesse os nomes dos políticos envolvidos na péssima administração fluminense – assim como faz com sp- expondo o prefeito Haddad e não a administração “paulista” ficaria bem mais fácil combater estes políticos de porta de botequim.

  42. Uma cidade cheia de praias, cheia de ressaca….. Estamos de ressaca de pylantras como Eduardo Paes. E, por favor, parem de repetir que foi uma fatalidade. Fatalidade: destino que não se pode evitar; fado, fatalismo. Era possível se evitar, SIM.

  43. Sou carioca, morando em SP a pouco tempo. Nao sai da minha cabeça o dialogo entre eduardo paes e lula. Dizia paes: …” O sr sabe q aqui tem soldado…”. Pois e…soldado da mesma OCRIM, q vive p robar, sem menor escrupulo e preocupacao c a populacao.