ACESSE

Os salários de cada um

Telegram

Eis os salários de cada um dos presos na Operação Métis, com base levantamento do Contas Abertas:

– Pedro Ricardo Araújo Carvalho, diretor da Secretaria de Polícia Legislativa: R$ 23,3 mil;

– Geraldo Cesar de Deus Oliveira, chefe do Serviço de Suporte Judiciário e Correcional: R$ 17 mil;

– Everton Taborda, chefe de serviço na Coordenação de Polícia de Investigação: R$ 15,5 mil;

– Antonio Tavares, da Coordenação de Polícia de Investigação: R$ 13,5 mil.

O Antagonista pondera que esses são valores com os descontos referentes ao último mês. O salário médio dos policiais legislativos, como informamos mais cedo, é de R$ 17 mil.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Seja o primeiro a comentar