Os Sentinelas da impunidade

Na Crusoé, Mario Sabino compara aquele pessoal de Brasília chegado ao “Estado de Direito” à tribo de uma ilhota no Oceano Índico que ainda vive na Pré-História — com ampla vantagem para a tribo,  claro.

Leia:

Os Sentinelas da impunidade

O inimigo número 1 de Sergio Moro. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Uma coisa é a generosidade indecente do indulto. Outra é a argumentação jurídica, que é razoável. É uma boa oportunidade para explicitar limites para o indulto. A surpresa é o Teme.

Ler mais 32 comentários
  1. Uma coisa é a generosidade indecente do indulto. Outra é a argumentação jurídica, que é razoável. É uma boa oportunidade para explicitar limites para o indulto. A surpresa é o Teme.

  2. Precisa acabar com esse negócio do poder centralizado em Brasília. Isso já era. É coisa atrasada dos anos 50/60. O poder tem que ser dividido nas Regiões e Estados. Espero q Bolsonaro veja isso

  3. Nossas escolhas na vida se baseiam numa instintiva avaliação do tipo custo-beneficio. Nossa lei penal incentiva a prática do crime, em especial o da corrupção. Pena de morte para o corruPTo.

  4. Não se fala mais deste Reinaldo Azevedo,o cara é traíra,entende tanto de parto de onça quanto de atracação de navio.Virou o foco de repente,o que será que foi?A gente sabe que o PT nada na buf

  5. Muitas autoridades do Congresso, Planalto, e STF estão à serviço de burlar a lei para prover impunidade, conluios, e manutenção do crime de estado em nome de uma pretensa “democracia”.

  6. Existe no senado federal 3 pedidos de impedimento de ministros do STF. Aquela casa vai ter que cassar um desses semideus, para colocar ordem naquela casa que tem envergonhado a justiça e o Brasil.

  7. Coitado do Mario Sabino. escreveu um dos posts mais canalhas da história quando deu força à tortura física de um suspeito e mental da filha dele, e vem se armar em guardião da moralidade…

    1. Jardel. Quer dizer que o Marcelo “Dois Auxílios” Bretas não aceita o estado de direito e isso é bom? Sério mesmo? Olha que, como juiz, ele é obrigado a fazê-lo…