OS US$ 4,5 MILHÕES QUE DERRUBAM DILMA

No dia da Operação Acarajé, O Antagonista publicou trechos do novo depoimento de Pedro Barusco sobre o operador Zwi Skornicki e o Estadão retoma o caso hoje.

Barusco contou à Lava Jato que ouviu de Renato Duque e do próprio Zwi que o operador pagou US$ 4,5 milhões a João Vaccari Neto, dinheiro destinado obviamente à campanha de Dilma Rousseff.

O colaborador disse que não sabe como Vaccari recebia os recursos de Zwi, mas a Lava Jato sabe: o dinheiro era repassado via João Santana.

Os US$ 4,5 milhões para Vaccari são os US$ 4,5 milhões que o Feira recebeu na conta secreta Shellbill. Grana suja do contrato da Keppel Fels com a Petrobras.

Faça o primeiro comentário