Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Osmar Terra: "Se der errado, o culpado sempre vai ser o presidente"

Deputado disse que defendia permanência de Luiz Henrique Mandetta na Saúde, desde que aderisse à posição contra o isolamento social
Osmar Terra: “Se der errado, o culpado sempre vai ser o presidente”
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Na CPI da Covid, Osmar Terra (MDB-RS) repetiu que defendeu a permanência de Luiz Henrique Mandetta no Ministério da Saúde. Afirmou, no entanto, que ele deveria ter aderido à orientação de Jair Bolsonaro contra as medidas de isolamento social.

“Eu sempre achei que o mais importante não era trocar o ministro, era manter o ministro e ganhar o ministro, discutir com o ministro ideias que estivessem de acordo com o presidente. Porque quem tem a responsabilidade de conduzir e se der errado, o culpado sempre vai ser o presidente”, afirmou.

No momento, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) afirmava que um servidor técnico tem a obrigação, por lei, de descumprir uma ordem política superior equivocada, que gera mortes.

“O presidente tem a responsabilidade de conduzir os destinos do país. E o ministro tem que ter diálogo com o presidente, não dizer que sabe tudo e o presidente não sabe nada. Ele é o responsável político, não chegou lá à toa. Essa questão de subestimar a capacidade do presidente Bolsonaro, que está permeando muitas das coisas que estão sendo faladas aqui, é errada. Ele, contra tudo e contra todos, se elegeu presidente da República, nós temos que respeitar isso.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO