Ou derrubamos Dilma, ou ela nos derruba

Como mostra O Globo, a questão é elementar:

“Após uma semana em que o governo Dilma reagiu e obteve algumas vitórias, como o adiamento do julgamento pelo TCU das contas de Dilma e a reaproximação com o presidente do Senado, Renan Calheiros, a mobilização popular mostrará quem hoje está mais forte. A baixa adesão aos protestos pode consolidar o clima de virada do governo iniciado nesta semana. Mas se o público crescer em relação às manifestações de 12 de abril, o clima para o pedido de afastamento da presidente poderá se fortalecer”.

Ou derrubamos Dilma, ou ela nos derruba.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200