Outro banco “amigo”

A mídia não deu muita bola para a liquidação extrajudicial do desconhecido BRJ SA. Ele é uma das pontas do novelo de desvios na Postalis, o fundo de pensão dos servidores dos Correios. O Banco Central determinou a indisponibilidade dos bens dos controladores e ex-administradores. O BRJ pertence a aos irmãos Luiz Claudio de Queiroz e Luis Augusto de Queiroz.

Luiz Claudio é pai de Thiago Queiroz, sócio da KBO Capital, gestora de recursos com forte atuação no Postalis.

A KBO é uma empresa do BRJ.

A CPI dos Fundos de Pensão deve convocar os Queiroz. O Antagonista voltará ao caso.

Faça o primeiro comentário