Ouvidor-geral do MP do Pará é afastado por dizer que índio 'não gosta de trabalhar'

O Colégio de Procuradores de Justiça do MP do Pará decidiu instaurar um processo administrativo contra seu ouvidor-geral, Ricardo Albuquerque, e aceitar seu afastamento temporário, registra o Estadão.

O procedimento vai apurar se a conduta de Albuquerque foi incompatível com o exercício de ouvidor-geral e se ele deve ou não permanecer no cargo.

O procurador foi alvo de críticas depois que, nesta semana, circulou um áudio de uma palestra para alunos de Direito na qual ele afirmava que “o problema da escravidão no Brasil foi porque o índio não gosta de trabalhar”.

Comentários

  • Serpa -

    Ué, e falou alguma mentira? Ah baiano tb ñ gosta...kkkkk

  • Ruy -

    Assim me foi ensinado, nos meus tempos de primário e ginasial.

  • Diego -

    Estão distorcendo a fala dele. Se você olhar no contexto do que ele disse antes e depois basicamente o argumento era que os europeus escravizaram os negros por que não conseguiram escravizar os ín

Ler 58 comentários