​Pablo Escobar brasileiro

O ex-senador e empreiteiro Luiz Estevão comandou uma reforma clandestina em uma unidade do presídio da Papuda a pedido de Márcio Thomaz Bastos, morto em 2014, informa o Congresso em Foco.

Segundo Estevão, Bastos pediu a reforma porque queria garantir melhores instalações para seus clientes do mensalão. O ex-senador está preso no local hoje.

Na denúncia, os promotores do DF compararam o caso ao do narcotraficante Pablo Escobar, que mandou construir o presídio onde ficaria detido.

Faça o primeiro comentário