Pacheco adia definição sobre comando de comissões

Pacheco adia definição sobre comando de comissões
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Rodrigo Pacheco anunciou há pouco na reunião de líderes do Senado que deixou para depois do carnaval a definição dos comandos das comissões permanentes da Casa.

Há ainda alguns “ajustes” a serem feitos, conciliando promessas feitas durante a campanha e novas cobranças que surgiram neste período pós-eleição.

O Antagonista publicou na semana passada uma lista parcial, que já estava praticamente definida, mas, de lá para cá, acordos estão sendo refeitos. Para a Comissão de Transparência, por exemplo, o Podemos, que tem direito à vaga, indicou o senador Reguffe, mas Pacheco sinalizou, nos bastidores, que havia feito um compromisso com o senador Marcos do Val, que votou nele.

Na reunião de líderes, Pacheco também reforçou sua intenção de finalizar a reforma tributária em 2021. Sobre o auxílio emergencial, o senador afirmou esperar que o governo federal prorrogue o benefício ou ache outra solução, antes de o Congresso analisar propostas.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO