Pacheco decide ler hoje em plenário criação da CPI da Covid

Pacheco decide ler hoje em plenário criação da CPI da Covid
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O Antagonista apurou que Rodrigo Pacheco decidiu que fará na tarde desta terça-feira (13), no plenário do Senado, a leitura do requerimento de criação da CPI da Covid. A sessão está marcada para logo mais, às 16h.

Trata-se especificamente da CPI protocolada por Randolfe Rodrigues (Rede) em 4 de fevereiro e que recebeu o apoio de 32 senadores, cinco a mais que o mínimo exigido pelo regimento. A comissão se propõe a investigar a conduta do governo federal na pandemia: entenda aqui.

Na semana passada, o ministro do STF Luís Roberto Barroso determinou que Pacheco instalasse a CPI. O presidente do Senado tem dito que vai “acatar e cumprir a decisão judicial” ao ler hoje o requerimento de criação do colegiado. Amanhã, o STF se reunirá para, muito provavelmente, referendar a decisão monocrática de Barroso, mas os ministros poderão deixar margem para adiamento do início dos trabalhos.

Após a leitura do requerimento de criação da CPI, líderes de partidos e blocos parlamentares poderão indicar os seus integrantes para a comissão, conforme a proporcionalidade das bancadas antecipada por este site.

Tudo isso, porém, não quer dizer que a CPI começará a funcionar imediatamente. Pacheco tem defendido — publicamente e, principalmente, nos bastidores — que é praticamente impossível realizar uma CPI de maneira remota.

Como temos noticiado, há uma pressão enorme para que estados e municípios sejam incluídos no escopo da CPI. Pacheco, orientado pela Secretaria-Geral da Mesa Diretora do Senado, no entanto, já sinalizou que não vai acatar esse pleito agora, deixando para um segundo momento a análise sobre possíveis apensamentos de fatos conexos.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO