Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pacheco desmente senador governista: "Não sou dado a revanchismo"

Pacheco desmente senador governista: “Não sou dado a revanchismo”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Rodrigo Pacheco (DEM), presidente do Senado, entrou em contato com O Antagonista para desmentir o teor de uma nota divulgada há pouco pelo seu colega da bancada mineira senador Carlos Viana (PSD).

Como noticiamos — leia aqui –, Viana relatou que, “em conversa com o presidente do Senado, disse acreditar ser preciso restabelecer o equilíbrio institucional entre os Poderes”. Em seguida, o senador do PSD apresentou no texto opções de medidas que poderiam ser adotadas contra Luís Roberto Barroso, incluindo instalação de CPI ou mesmo pedido de impeachment do ministro do STF que, na noite de ontem, determinou a instalação da CPI da Covid.

Pacheco disse a este site:

“Não procede essa informação. Não tratei com o colega Carlos Viana ou com qualquer outro senador iniciativas de impeachment de ministro ou de CPI do Judiciário.”

E emendou:

Não sou dado a revanchismo e tenho respeito às instituições, inclusive ao STF, ainda que eventualmente discorde de suas decisões.”

Ponderamos com Pacheco que as informações constam de nota oficial divulgada à imprensa pelo próprio senador Carlos Viana — enviamos uma cópia da nota ao presidente do Senado.

Ele afirmou:

“Não tomei conhecimento, tampouco tomei parte de iniciativas desse tipo.”

Eis a íntegra da nota de Carlos Viana, com teor desmentido por Pacheco:

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO