Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pacheco reafirma tendência de Senado não aprovar novo Código Eleitoral para 2022

Para que as mudanças valessem nas eleições no ano que vem, proposta teria de ser analisada pelos senadores até a próxima semana
Pacheco reafirma tendência de Senado não aprovar novo Código Eleitoral para 2022
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Rodrigo Pacheco, em coletiva há pouco, reafirmou a tendência do Senado de não aprovar o novo Código Eleitoral a tempo de as mudanças valerem para 2022, como antecipamos.

Para que a proposta, já aprovada pela Câmara, vigore nas eleições do ano que vem, os senadores teriam de validar o texto até 2 de outubro.

Segundo Pacheco, “muitos líderes partidários” veem dificuldade, “infelizmente”, em aprovar o novo Código Eleitoral nos próximos dias, “em razão da complexidade do tema”.

Por outro lado, o presidente do Senado disse que há maioria para aprovação da PEC da reforma eleitoral, cuja votação no plenário está prevista para hoje. A tendência, segundo ele, é “manter o sistema político atual, sem as coligações e com a cláusula de barreira”, conforme aprovado mais cedo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO