Paciência tem limite

Desde a redemocratização, não se verifica um período tão prolongado de baixas taxas de aprovação do presidente.

É o que mostra o gráfico com a popularidade dos ocupantes do Planalto, desde Sarney até Temer, elaborado pela CNI/Ibope.

Dilma realmente azedou o humor dos brasileiros – e Temer não está fazendo nada para melhorá-lo.

Faça o primeiro comentário