Padilha indicou escritório de Yunes para entrega de dinheiro

No seu depoimento ao TSE, José de Carvalho Filho, da Odebrecht, confirmou o pagamento de 4 milhões de reais a Eliseu Padilha e disse que o peemedebista indicou os endereços para o pagamento da propina combinada com Marcelo Odebrecht.

Um dos endereços indicados por Padilha foi o escritório de José Yunes, amigão de Michel Temer.

“Procurei depois o Eliseu Padilha, no escritório dele, comentei o fato, ele já sabia (do pagamento combinado com Marcelo Odebrecht), evidente, e solicitei dele os endereços que eles poderiam receber e quem fez essa operação foi a Operações Estruturadas. A sistemática era: eu chegava até ele e ele me fornecia o endereço, eu transmitia ao sistema de Operações Estruturadas a sra. Maria Lúcia (ex-secretária da Odebrecht), que uns dias depois, me entregava uma senha. Eu pessoalmente entregava essa senha, entreguei essa senha ao sr. Eliseu Padilha”, disse José de Carvalho Filho.

Faça o primeiro comentário