‘Padre pop’ de Goiás pede afastamento após operação que apura desvios

O padre Robson de Oliveira Pereira pediu afastamento de suas funções do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno e da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe).

Como publicamos, o Ministério Público de Goiás deflagrou ontem uma operação que investiga supostos crimes de apropriação indébita, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos, sonegação fiscal e associação criminosa.

O alvo foi a administração da basílica, em Trindade (GO), a segunda mais importante do país.

Leia mais: A 'Crusoé' investigou a relação entre o advogado de Jair Bolsonaro e a JBS por meses. E encontrou as digitais do presidente e do procurador-geral da República
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO