Paes depõe a Bretas e nega ter recebido caixa dois

Eduardo Paes depôs hoje a Marcelo Bretas e negou ter recebido recursos de caixa dois de empreiteiras que realizaram obras na Olimpíada, informa a Folha.

O ex-prefeito do Rio depôs como testemunha de defesa de Sérgio Cabral na ação penal que apura o pagamento de propina a membros do Comitê Olímpico Internacional para a escolha da cidade como sede da Olimpíada de 2016.

Embora estivesse depondo como testemunha, Paes foi questionado por Bretas, que perguntou se ele se havia recebido propina ou contribuição eleitoral não contabilizada no Brasil ou no exterior. “Não”, respondeu o ex-prefeito.

Executivos da Odebrecht mencionaram Paes em seus acordos de delação premiada e disseram ter repassado recursos de caixa dois a contas no exterior. O inquérito sobre o caso foi enviado por Marco Aurélio Mello à Justiça Estadual.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 14 comentários
  1. O consenso universal tem duas certezas:
    1) Que Paes jamais iria dizer outra coisa em seu depoimento.
    2) Que ele recebeu caixa dois.
    Restam somente os trabalhos da polícia na investigação, e da justiça em julgar.
    NOTA: – a certeza é do consenso universal.

  2. Eu nunca vi político corrupto declarar : “Eu recebi propina de caixa 2 ” .Ora , o patrimônio de político que é laddrão desmonta esse argumento . Mais , no MDB não há honestos .

  3. Bretas encurralou Paes que estava depondo como testemunha e não poderia mentir. Portanto se ficar provado que recebeu pixuleko será condenado também por falso testemumho e obstrução da justiça.