Sem palhaçada

A modificação no projeto de repatriação de recursos, capitaneada por Rodrigo Maia com o deputado Alexandre Baldy, conta (e sempre contou) com o apoio do Palácio do Planalto.

Maia se irritou mais cedo quando foi informado de que o governo queria recuar na mudança. Disse que não era “palhaço”.

Agora está mais calmo, pois soube que tudo não passou de um mal-entendido.

Faça o primeiro comentário