Palocci 171

São inúmeros os momentos, em seu depoimento ontem à PF, que Antonio Palocci nega ser o italiano.

Em um deles, a autoridade policial mostra, então, ao petista que, no pedido de prisão dele, consta o relato de uma reunião de Marcelo Odebrecht, em dezembro de 2010, com “o italiano” e que, naquela mesma data, ambos tinham se encontrado.

Palocci responde que MO “possivelmente teve diversas reuniões com diversas pessoas naquela data e que isso demonstra que o emprego do termo italiano não fazia referência ao declarante”.

O episódio é relatado na página 171 do pedido de prisão.