ACESSE

Palocci diz que fundador da Qualicorp pagou advogado de Rosemary Noronha

Telegram

Como revelado no último Momento Antagonista, Antonio Palocci envolveu o empresário José Seripieri Filho, o Júnior, em sua delação premiada.

O ex-ministro relatou que Júnior teria se aproximado de Lula por meio do médico Roberto Kalil Filho.

Em 2009, por causa da amizade, o empresário teria conseguido indicar Mauricio Ceschin, um dos diretores da Qualicorp, para a ANS.

Palocci disse que Ceschin teria estruturado as resoluções 195 e 196, que garantiram à Qualicorp o monopólio do mercado de corretagem de planos de saúde.

Em troca, Júnior teria feito repasses de propina para campanhas do PT, doações ao Instituto Lula e aportes na Touchdown, de Luís Cláudio Lula da Silva.

O ‘italiano’ disse ainda que o dono da Qualicorp teria pago mais de R$ 1 milhão para que o advogado Celso Villardi assumisse a defesa de Rosemary no caso da Operação Porto Seguro.

Em nota, o empresário José Seripieri Junior repudiou “as acusações”.

“Uma prova de que essas acusações não têm qualquer fundamento é que o Dr. Maurício Ceschin sequer era diretor da ANS quando as normas mencionadas na delação foram publicadas, em 15 de julho de 2009.

Com relação ao pagamento dos honorários da defesa de Rosemary Noronha, também é totalmente improcedente a acusação. Inclusive, seu defensor declarou à revista Veja que, em procedimento próprio, comprovou que os pagamentos foram feitos por ela. Diante dessas mentiras, Seripieri Junior informa que adotará as medidas cabíveis.”

Procuradores da Lava Jato: "É o maior golpe sofrido pela operação até hoje." Mais aqui

Comentários

  • Nina -

    Ótimo ! Ele confirma o que já sabíamos mas, a única coisa que eu quero saber do PALOCCI É: CADÊ O DINHEIRO!

  • Cláudia -

    Sem querer desmerecer,. mas para se gastar tanto dinheiro com ela, ela deve saber coisas do arco da velha!

  • Jose -

    Por que vocês acham que todos os anos os planos médicos são reajustados bem acima da inflação ??? Será que rolou propina nos membros da ANS, alguns contratados em troca de favores.

Ler 111 comentários