Palocci e a dissolução do Coaf

Os jornais noticiam que o advogado de Antonio Palocci quer anular os acordos de delação premiada de Alberto Youssef e Fernando Baiano, porque eles “mentiram” ao dizer que participaram da doação ilegal de 2 milhões de reias para a campanha do PT de 2010.

Qual será o próximo passo da defesa de Antonio Palocci? Tentar dissolver o Coaf, que achou suspeita a movimentação financeira de 216 milhões de reais, entre 2011 e 2015, nas contas do petista?

Faça o primeiro comentário