Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pandemia adiou planos de Ciro Nogueira de ceder espaço à mãe no Senado

Senador piauiense, como O Antagonista noticiou à época, tinha a intenção de se licenciar do cargo em 2020, para cuidar das campanhas do PP em seu estado
Pandemia adiou planos de Ciro Nogueira de ceder espaço à mãe no Senado
Foto: Divulgação

Como noticiamos mais cedo, caso o senador Ciro Nogueira seja confirmado como novo ministro da Casa Civil, a mãe dele, Eliane e Silva Nogueira Lima, poderá assumir a vaga no Senado, já que é a primeira suplente na chapa do piauiense.

O Antagonista lembra que, antes da pandemia, Ciro havia se programado para se licenciar do cargo de senador, abrindo espaço para a mãe, e se dedicar às eleições municipais no Piauí — ele deve concorrer ao governo do estado no ano que vem.

“Eu, em Brasília, não posso estar presente nos 224 municípios do Piauí. Quero me ausentar sem nenhum ônus para o Senado Federal, para esse projeto do nosso partido, que é a eleição de mais de 100 prefeitos”, anunciou ele em entrevista no estado, em setembro de 2019.

Na época, Eliane confirmou a estratégia em entrevista por telefone a este site:

“De fato, ele disse que iria se afastar, mas não agora. É quando começar as eleições, porque ele tem que dar assistência no interior, percorrer todo o Piauí, para dar apoio aos prefeitos, mas não tem ainda nada certo. Vamos aguardar mais um pouco, né?”

Com o início da pandemia e, por consequência, das sessões remotas no Congresso, Ciro Nogueira acabou não se licenciando: conseguiu continuar participando das atividades parlamentares e, ao mesmo tempo, rodando o estado em campanha, inclusive torrando a dinheirama da cota parlamentar, o chamado cotão.

Mais notícias
TOPO