Papa absolve mulheres que abortam

As mulheres que praticarem abortos poderão ser absolvidas, assim como seus médicos.

É o que determina a nova carta apostólica do papa Francisco, Misericordia et misera, divulgada hoje.

O aborto é um “pecado grave”, diz o papa, mas os confessores devem “acompanhar os penitentes em seu caminho de reconciliação”.

Faça o primeiro comentário