‘Papai!’

Nesta manhã, na Justiça Federal em Brasília, a filhinha de Lúcio Funaro — de quase dois anos — acompanhou parte dos depoimentos no espaço reservado para a imprensa.

A certa altura, a criança chamou baixinho pelo pai. Nesta pausa para o almoço, Funaro está com ela no colo, numa sala reservada.

O doleiro está preso desde julho do ano passado.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 32 comentários
  1. Evidente que a criança foi colocada em cena para tentar mexer com o psicológico dos funcionários encarregados de fazer justiça, a fim de humanizar o pilantra. O antídoto é focar o pensamento nas centenas de milhares de crianças famintas, verminosas, afetadas pela Zica, sem escola, sem pediatra etc. etc. que em momento algum da vida desses caras lhes causou algum remorso ou compaixão pela infância. Ao contrário, ainda gastam milhões de dinheiro sujo de sangue e de esgoto das valas negras dos milhares de lares sem saneamento com advogados ávidos por alguma casquinha da morte do povo, claro, exercendo seus relevantes papéis na defesa da democracia e dos direitos humanos.

  2. ohhh coitado.. agora pousa de bom samaritano, mas na hora de fazer falacias, e outros tratos ilicitos, não pensou não é? q se f****@ esse f*d*p*!!

  3. Antes de tentar destruir a Família as pessoas deveriam refletir no que é a Família, qual a sua importância pessoal, social e espiritual.
    Acredito que quase todos os crimes de corrupção, e boa parte dos crimes comuns não existiriam mais.
    É é muito mais fácil debelar o crime de corrupção.
    FALA TUDO E PROVA TUDO, FUNARO. SUA FILHA LHE ESPERA – SE DEMOEAR MUITO, VAI CHAMAR OUTRO QUALQUER DE “PAPAI”, E NÃO É ISSO O QUE VOCÊ QUER!

  4. Quantos presos em presidios comuns não passam por isso. É mesmo que cortar o coração, mas que a justiça valha para todos de modo igualitário. Menos!!!!

  5. ‘SE esse Pilantra tivesse amor pela familia ………….principalmente pelos filhos , entregava tudo , passava um pente fino , nao queria nem saber , ficaria pouco tempo na cadeia, e iria curtir a familia , mas nao , age como mafioso

  6. … e vivesse corretamente e dignamente, não faria agora a muitos, sentir pena de uma criança que poderia ter seu pai junto a si e sua educação.
    Isso me fez lembrar dos dois coitadinhos filhos do Cabral, que com a liberdade dada a Adriana Anselmo, agora pode ela aliciar os filhos, pq educação, jamais.

  7. Pior é saber que o núcleo político da ORCRIM tá de boa lá fora, curtindo a grana e os filhos… Isso deve dar uma raiva em quem foi na conversa dos políticos. Engraçado é que só existe uma parte sendo punida… cadê a outra? Não existe corrupção sem corruptores e corrompidos. Só no Brasil isso acontece. Tem como acreditar em justiça no Brasil? Enquanto isso, os militares estão bem tranquilos saindo do “rancho” a essa hora.

  8. Mas eu vejo que estão USANDO a criança para comover os juízes. Isso não se faz, que idéia mais infeliz. Pobrezinha, presenciando cenas inadequadas para a idade dela. Funaro que pague por seus crimes mas não confunda a cabecinha de sua filha de 02 anos. Pensam que criança não entende nada e aí está o erro.
    Estou indignada. Aliás mais uma indignação.

  9. E assim lembrei das crianças,quando ele fez ameaças de colocar fogo na casa de um possível delator,com as crianças dentro.
    Lembrei também,que ele apontou um revólver para a advogada CataPreta,na frente dos filhos,obrigando-a fugir do Brasil.
    E por fim,recentemente,teve sua delação,sem provas,encaminhado por Janot,homologadas por Fachin,tentando derrubar o Presidente,pouco se lixando para as crianças,filhas de pais desempregados,que precisam de paz,pra voltar ao mercado de trabalho.
    E

  10. Muitos filhos são separados dos pais de forma permanente e sem que os pais escolham isso, vitmas da criminalidade que encontra abrigo na leniência do Estado com bandidos e na impunidade que insiste em lutar para se manter na lei brasileira. Que Funaro não possa passar mais tempo com seu filho é fruto das escolhas do próprio Funaro em quebrar as leis. A separação é uma lição para Funaro e também para seu filho e família. O crime não pode compensar. Que Funaro pague por seus crimes e se redima para poder ver o filho crescer mais à frente.

  11. Q triste.Coitada da menina.O pai se mete com bandidos e depois da nisso,sobra para a crianca.Sem falar no milhoes de brasileiros prejudicados.E tem juiz q solta essa cambada.

  12. Que chantagem emocional é essa? Por acaso esse 171 está preso incomunicável? Não tem direito a visitas? Tenham dó!

Os comentários para essa notícia foram encerrados.