Papo mais maluco

O TSE continua se esforçando para impedir a impressão dos votos. Giuseppe Janino enumerou ao G1 toda a dificuldade para se ter impressoras nas eleições de 2018. Mas o risco maior, segundo o Secretário de TI do tribunal, estaria na apuração:

“Onde há intervenção humana, há lentidão, prática de erros e possibilidade de fraudes. A impressão traz, em síntese, a volta das mesas apuradoras.”

Para azar de Janino, o G1 ouviu também o engenheiro Amílcar Brunazo Filho, que ajudou a elaborar o parecer tucano a favor da impressão nas urnas eletrônicas.

“Que papo mais maluco! E o software é feito por quem? É por gente, a máquina não funciona sozinha. Não é possível eliminar a intervenção humana. O TSE faz o software e não deixa a gente auditar.”

Faça o primeiro comentário